Rápidas do Pinga Fogo (29/09)

RAZÃO X EMOÇÃO

No próximo pleito eleitoral os felipenses terão que optar entre a razão e a emoção. De um lado uma gestão diferente das anteriores, a qual caminha na contramão da realidade do país, proporcionando dias verdadeiramente melhores aos nossos munícipes. Do outro, dispostos a voltar ao poder a qualquer custo, um grupo que já esteve por décadas à frente dos rumos deste município, liderado por verdadeiros gatunos, os quais gozando de oportunidade meteram as mãos (literalmente) no dinheiro do povo, arruinaram gerações, excluíram a massa e governaram para uma absoluta minoria.

ANALISE BEM

Convido você leitor (a) fazer uma rápida análise dos fatos, no que dizem respeito às práticas dos três principais líderes do grupo que sonha voltar ao poder em Felipe Guerra/RN. Isto facilitará vossa decisão quando tiver que escolher entre a razão e a emoção.

O primeiro trocou os estudos pela cadeira de prefeito desta cidade. Nunca fez outra coisa na vida a não ser a política retrograda. Não tinha absolutamente NADA quando se elegeu prefeito desta terrinha. Doze anos depois passou a prefeitura para um primo marionete e saiu milionário. Seu enriquecimento ilícito é notório: mansão na cidade; apartamentos em Mossoró/RN, Tibau/RN, Natal/RN e Recife/PE; duas fazendas – uma na zona rural de Felipe Guerra/RN (avaliada em mais de um milhão) e outra na zona rural de Apodi/RN; carros de vários tipos, marcas e modelos; um parque de vaquejada e etc. Por último formou a esposa e os dos filhos em Medicina através de faculdades particulares, e, achando pouco, comprou um Diploma de Bacharel em Direito. Repito: sem nunca ter feito absolutamente NADA, além de política retrograda.

Há como alguém alcançar tão expressivo enriquecimento, somente através do salário de prefeito de cidade do interior? Faça as contas.

O segundo saiu do fundo de uma rede, sem nunca ter dado um prego numa barra de sabão, conhecido na cidade por diversas espertezas, para ser prefeito e marionete nas mãos do ex-prefeito primo. Atualmente pousa de coitadinho e diz não ter condições de dar um pão a um cego (muito embora mantenha um alto padrão de vida, às escondidas).

Quando foi prefeito, por quase 8 (oito) anos, exibiu mais de R$ 2 milhões de reais em carrões de luxo. Deu mais expedientes em cassinos e casas de prostituição pelo Brasil a fora, do que no gabinete. Como gestor simulou diversas obras e desviou milhões. Em função disto acabou sendo pego com a “boca na botija” e cassado por improbidade administrativa. Exemplo claro de sua irresponsabilidade é que o mesmo responde quase uma centena de processos na Justiça Eleitoral, já tendo sido condenado em vários, e inclusive foi até preso.

O terceiro, filho de ex-prefeito, estarreceu a todos. Depois de pousar de “político honesto” na Câmara Municipal, denunciando roubalheiras praticadas por aqueles que hoje são seus grandes aliados, caiu de pára-quedas na Prefeitura de Felipe Guerra/RN, para uma gestão interina de 23 dias, que entrou para a história, não pelas ações voltadas para o bem coletivo (já que não realizou nenhuma), mas sim pela transformação radical que aqueles 23 dias proporcionaram na vida financeira daquele falso paladino da moralidade e da ética.

Depois de passada à gestão interina de menos de 1 (um) mês, à qual legalmente lhe rendeu um salário de menos de R$ 10 mil reais, o ex-gestor, que antes era um falido (literalmente), como quem fez o “milagre da multiplicação”, conseguiu comprar um veículo de luxo, tipo HILUX, abriu uma loja no centro da cidade, derrubou sua velha casinha e no local construiu uma bela mansão, por último reestruturou a fazenda - inclusive construiu uma bela piscina na localidade.

Não é à toa que o mesmo está sendo “convidado” pela Justiça para prestar esclarecimentos acerca de gastos irregulares na ordem de mais de R$ 1 milhão.

FILHO DA CORRUPÇÃO

O grupo dos fichas sujas muito em breve deverá anunciar o nome daquele através do qual tentarão a retomada do poder. Afinal não já não será novidade, e não seria outro, se não um filho da corrupção.

Chega a ser hilário um grupo achar que conseguirá um objetivo escuso, através de um meninão nascido em berço de ouro, forrado com dinheiro público, o qual nunca soube o que é uma dificuldade. E o que é pior: manobrado pelo pai, um político ultrapassado que se quer goza do direito de exercer a cidadania através do voto, pois até o título foi cancelado devido sua má conduta como homem público. Diga-se ainda, de passagem, uma conduta à qual lhe rendeu diversas condenações, inclusive terá que devolver quase R$ 4 milhões aos cofres públicos.

Ao observar a cena política, me espanto ao ver que ainda existem em Felipe Guerra/RN, pessoas sem amor próprio. Famílias que por décadas foram massacradas (das mais diversas formas) por aquele político retrogrado, e ainda assim o idolatram e se dizem dispostas a contribuir com seu projeto pessoal de retomada do poder. Como se não percebessem que isto representaria o maior retrocesso da história desta cidade.

JÁ DESCARTARAM IOLANDA

Nas Eleições Municipais 2012, inconformado por não viabilizar o nome do seu filho, o médico Victor Costa, para disputar à sucessão do então prefeito Braz Costa, o ex-prefeito Hulgo Costa renegou o nome da cunhada, a empresária Iolanda Costa (então candidata a prefeita da época) contribuindo decisivamente para a derrota da mesma, ao apoiar a chapa adversária.

Para as Eleições Municipais do próximo ano, com o regresso de Hulgo ao grupo, que agora, graças ao mesmo perdeu o poder e faz oposição, as lideranças optaram por render-se aos caprichos de Hulgo e descartar o nome de Iolanda Costa, a qual reúne todas as condições para disputar novamente um pleito.

Aqueles que em 2012 enfrentaram Hulgo e disseram que a empresária seria o melhor nome, agora pregam que ela “não tem perfil político”.

Em uma coisa eu tenho que concordar: o perfil de Iolanda de fato não deve ser comparado aos daqueles gatunos, que por décadas saquearam os cofres públicos deste município. Diferente deles, que são capazes de vender a alma ao diabo para estarem no poder, Iolanda é uma mulher integra e honrada.

É inegável que Iolanda, mulher de origem muito humilde, é hoje uma mulher de considerável poder aquisitivo. Mas ninguém pode dizer que não assistiu cada passo de sua trajetória de sucesso, sempre pautada em muito trabalho, foco e dedicação aos seus vários empreendimentos.


CUIDADO COM OS JUDAS


Diante de uma oposição sem moral alguma para ir à praça pública em busca de votos, na Eleição Municipal do próximo ano o prefeito de Felipe Guerra/RN, Haroldo Ferreira (PROS), precisa mesmo é tomar cuidado com os “Judas” que lhe cercam.

É notório que enquanto segue focado em realizar obras e governar para todos, sem se quer preocupar-se em fazer à política, diga-se de passagem, as vésperas de uma nova eleição, o gestor tem em sua volta pessoas fascistas, sugando-o e agindo de má fé pelas suas costas.

Sem contar que há também alguns “engolidores de cordas”, que se deixam levar pelo “canto de sereia” daqueles que só tem um único objetivo, retomar o poder a qualquer custo, para voltar às vidas de farras com o dinheiro público.
Rápidas do Pinga Fogo (29/09) Rápidas do Pinga Fogo (29/09) Reviewed by Erinaldo Silva on 13:39:00 Rating: 5